Nossa história

Há 15 anos na Rua Dias Ferreira, o Quadrucci conquistou o público carioca. Com decoração contemporânea e aconchegante, o restaurante tem varanda debruçada para o vai e vem de uma das ruas mais badaladas da cidade.

No salão, logo na entrada, destacam-se o bar de azulejos pretos e um grande espelho, que dão um toque moderno ao espaço. Em cada mesa, luz de velas e vaso de flor para conferir um ambiente mais acolhedor. Para completar, a trilha sonora, assinada pela Gomus Música, favorece ritmos de bossa e bossa lounge.

Da cozinha, comandada pelo chef Ronaldo Canha, saem receitas italianas com roupagem contemporânea. O menu, que muda duas vezes por ano, no verão e no inverno, é feito tendo como base insumos sempre frescos e vegetais orgânicos.

Queijos artesanais brasileiros e carnes nobres protagonizam menu do inverno 2016. A começar pelo capeletti in brodo, massa feita na casa com queijo artesanal Braz-Matogrossense, uma entrada servida em caldo de carne e frango com legumes.

Leve, mas aconchegante, o “talharim” de lula é uma novidade da casa na etapa principal. Sem massa e sem glúten, o prato colorido e alegre é composto por finas fatias do molusco no lugar da massa, e generosos camarões salteados, mini cenouras ao tomilho, cogumelos paris grelhados, alho poró e finalizado por broto de coentro. Mais encorpado, o risoto de pato confitado ao vinho marsala é outra opção, servido com delicados pedaços de linguicinha artesanal bem macia e folhas de rúcula.

Os cortes especiais de Wagyu, raça bovina de origem japonesa muito conhecida pela textura extremante macia devido à criação especial do gado, entram no cardápio de duas formas: brisket e sobrepaleta. O primeiro é um assado de peito muito lento que torna a carne tenra e desmanchando, ladeado por mini arroz à bourguignonne – feito no vinho tinto com bacon, cogumelo Paris e cebola calabresa. Já o segundo, lembra o preparo de carne de churrasco, com capa tostadinha e interior mal passado, acompanhado por polenta branca ao queijo Tulha e picles de cebola em vinagre de beterraba.

Para a sobremesa, o chef finaliza com sua nova versão do Tiramisù para o Quadrucci. Montado na hora, o doce é feito com biscoito champagne preparado na casa, coberto pelo creme de mascarpone e finalizado com redução de café.